Audição com o Mário Centeno: Exigimos respostas ao Ministro das Finanças sobre o SNS

Público | Na audição com o Ministro das Finanças e da Saúde, dia 11 de Abril, convocada através de requerimento pelo PSD e pelo CDS, foram exigidas respostas a Mário Centeno sempre a situação preocupante em que se encontra o Serviço Nacional de Saúde (SNS), provocadas pelas constantes restrições orçamentais na área da saúde, e em particular para explicar a situação da ala pediátrica do Hospital de São João, no Porto, denunciada pelos pais de crianças com cancro que contaram que os filhos recebem tratamentos de quimioterapia nos corredores do hospital.

Durante a minha intervenção foquei-me, não só no caso do Hospital de São João, como também nos constantes cortes que tem vindo a ser feitos nesta área – estamos no nível mais baixo dos últimos 20 anos no investimento na saúde face ao PIB.

Em resposta às questões colocadas, o Ministro das Finanças afirma que não existem cativações no que toca ao SNS. Em relação ao problema na ala pediátrica do Hospital de São João, o ministra diz que a situação está identificada há uma década. Contudo, ainda nada foi feito para resolver o problema.

O Ministro das Finanças, Mário Centeno, é aquele que, de facto, manda na saúde e que tem desinvestido no SNS, já que o Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, remete tudo para as finanças. Isto é totalmente inaceitável.

As pessoas merecem ser tratadas com humanismo e dignidade. As crianças não podem ser deixadas à sua sorte.

Saber mais