PSD é a ‘Mãe Solteira do SNS’

O Partido Socialista sempre se autoproclamou ‘Pai’ do Serviço Nacional de Saúde mas teve que ser sempre o Partido Social Democrata a assumir o papel de ‘Mãe Solteira do SNS’ e a garantir a oferta dos cuidados de saúde e o pagamento das dívidas herdadas.

O Governo falhou. Temos hoje menos capacidade de resposta no SNS do que no chamado período da Troika, os portugueses esperam mais de um milhar de dias por uma consulta médica e centenas de dias por uma cirugia, ultrapassando largamente os prazos clinicamente aceitáveis, empurrando assim os utentes para o setor privado.

O Partido Socialista falhou e precisamos que ative, ainda neste Governo, um Plano de Emergência Nacional para salvar o SNS.

No Parlamento no debate sobre a Moção de Censura ao Governo.

Ver vídeo