Jornal Expresso | “O Serviço Nacional de Saúde deve passar a medir os seus sucessos e fracassos, não em função da visão dos políticos, gestores ou profissionais de saúde, mas sim em função da visão dos doentes e dos ganhos para a sociedade em geral”.