Crise no Serviço Nacional de Saúde

Crise no Serviço Nacional de Saúde

A crise que se vive atualmente no Serviço Nacional de Saúde, patente na Greve dos Enfermeiros e numa proposta de Lei de Bases que fica aquém das expectativas, estiveram em debate no programa ‘Parlamento’ na RTP3 no qual participei juntamente com as Deputadas Jamila Madeira (PS), Isabel Galriça Neto (CDS) e Paula Santos (PCP).

Ver vídeo

Proposta da Lei de Bases da Saúde em Debate na RTP3

Proposta da Lei de Bases da Saúde em Debate na RTP3

A inacção do Ministério da Saúde com consequências graves, como o adiamento de milhares de cirurgias, devido à greve dos Enfermeiros.

Além disso, a Proposta da Lei de Bases da Saúde do Governo não responde às necessidades dos Portugueses e não acolhe apoios. Estive na RTP3 para debater estes temas com a ex-Ministra da Saúde Dra. Ana Jorge, sob moderação da Ana Lourenço.

Ver vídeo

Debate o “Compromisso com as Pessoas. O Direito à Saúde é uma Prioridade em Portugal”

Debate o “Compromisso com as Pessoas. O Direito à Saúde é uma Prioridade em Portugal”

Durante a última edição do Congresso da APIFARMA, que decorreu a 30 de Outubro de 2018 no Centro de Congressos de Lisboa, participei num interessante debate sobre o “Compromisso com as Pessoas. O Direito à Saúde é uma Prioridade em Portugal”, com o Adolfo Mesquita Nunes (CDS) e António Lacerda Sales (PS), com a excelente moderação da Clara de Sousa.

Muito há a fazer para bem da saúde dos Portugueses.

 

Saber mais sobre o Congresso APIFARMA

Debate sobre o Estado da Nação

Debate sobre o Estado da Nação

O debate sobre o Estado da Nação, com a presença do Primeiro-Ministro, decorreu no passado dia 13 de Julho, no Parlamento.

No debate, Fernando Negrão recorreu a vários exemplos – professores, regresso de 35 horas na função pública, serviços da saúde, vítimas de Pedrógão Grande e da região centro e aumento de precários no Estado – para lançar uma pergunta sucessiva: “Se isto não é um Governo esgotado, então o que é?”.

 

Veja o vídeo aqui

“O que mudaria nas Políticas de Saúde?”

“O que mudaria nas Políticas de Saúde?”

Foi com enorme honra que aceitei o desafio da Associação Apegsaude para responder à pergunta “O que mudaria nas Políticas de Saúde?”, num debate sobre as importantes reformas que o país precisa para assegurar o futuro do sistema de saúde universal ao serviço dos cidadãos.

Vai decorrer no próximo dia 26 de Junho, no Palácio Nacional de Queluz.

Inscreva-se aqui

Consulte o programa aqui

Parlamento chumba Eutanásia

Parlamento chumba Eutanásia

Os quatro projetos a favor da Eutanásia foram chumbados no passado dia 29 de Maio, no Parlamento.

Em antecipação a este debate, tive a honra de participar num artigo da revista Visão, em conjunto com os demais Deputados que partilham a condição de serem médicos, nomeadamente a Srª Depª Isaura Pedro, o Sr Depº José António Silva e a Sraª Depª Isabel Galriça Neto.

Todos partilhamos a mesma opinião: não estamos de acordo com os quatro projetos (PAN, BE, PS e PEV) para descriminalizar a morte assistida – quer a eutanásia, quer o suicídio assistido, bem como as iniciativas envolvidas.

Como tive o prazer de dizer durante a entrevista, “na versão inicial, o Juramento de Hipócrates tinha uma frase que dizia que o médico não provocaria a morte do seu doente, mesmo que instado a tal e que essas palavras não tinham nada de religioso ou ideológico. Era uma razão muito pragmática porque o sofrimento era tal que, à época, a tentação seria matar aquela pessoa para lhe aliviar o sofrimento. Os médicos devem querer é que as pessoas possam viver com dignidade até ao final da sua vida”.

Posto isto, continuo a lamentar que se fale tanto da dignidade da morte e que se esqueça aquilo que designa por medidas para a dignidade da vida, com o acento tónico nos cuidados domiciliários, na definição de um estatuto do cuidado informal, nos apoios sociais públicos e ainda dos cuidados paliativos.

Faço votos para que este debate não termine aqui e que o Estado (finalmente) assuma o alívio do sofrimento e a promoção do bem estar e da saúde como prioridades absolutas da sua ação.

Leia o artigo completo aqui

Debate na Assembleia Mundial da Saúde

Debate na Assembleia Mundial da Saúde

Tive a honra de participar num debate na Assembleia Mundial da Saúde, onde o tema central foi o acesso universal aos cuidados de saúde, com o objetivo de garantir que as doenças infecciosas continuam na agenda global.

Como fundador e Presidente da UNITE, cuja missão é eliminar as doenças infecciosas, continuarei a fazer de tudo para ajudar a combater este problema.

Canábis Medicinal: Riscos e Benefícios

Canábis Medicinal: Riscos e Benefícios

Recentemente, tive o prazer de participar no debate “Canábis Medicinal: Riscos e Benefícios”, na Ordem dos Médicos (Região Sul).

É um tema sobre o qual sempre tive fortes reservas… O que posso dizer é que o consumo de grandes quantidades, está associado a um maior risco de surtos psicóticos e quadros de esquizofrenia, sobretudo, se consumidos numa idade muito precoce.

O debate contou com inúmeras presenças reconhecidas na área da saúde. Dulce Salzedas, jornalista da SIC foi a moderadora e o encerramento ficou a cargo do Bastonário da Ordem dos Médicos, Dr. Miguel Guimarães.

Saber mais 

Eutanásia. O que está em jogo?

Eutanásia. O que está em jogo?

RTP2 | Esta semana, tive a honra de participar numa agradável conversa no programa “Eclesia”, da RTP2, ao lado do Padre Fernando Sampaio, Coordenador Nacional das Capelanias Hospilarares, no âmbito da Semana da Vida, onde abordámos o tema da Eutanásia.

Foi um debate profundo, que para além de tocar na questão da vida, tocou também, na matriz social em que vivemos e como nos definimos enquanto sociedade.

Todo o debate em curso ocorre pelo facto de haver tanto sofrimento humano e termos um sistema de saúde e uma sociedade que tem sido incapaz de responder a esta premente crise social. A morte a pedido não é a solução e partilhei neste programa alguns dos argumentos que me levarão a votar contra a legalização da Eutanásia no próximo dia 29 de Maio na Assembleia da República.

Apelo à vossa reflexão neste momento em que o Partido Socialista, Bloco de Esquerda, PAN e PEV incompreensivelmente querem acelerar a discussão sem permitir qualquer processo de reflexão na comunidade ou na própria esfera parlamentar.

Debate “O Presente e Futuro do Serviço Nacional da Saúde”

Debate “O Presente e Futuro do Serviço Nacional da Saúde”

Foi um honra participar no debate sobre o “Presente e Futuro do Serviço Nacional da Saúde”, juntamente com o Deputado Coordenador da Saúde do Partido Socialista e também médico Dr. António Sales e com a moderação do antigo Deputado e Médico Dr. José Manuel Pavão.

Este debate decorreu no Hospital Senhor do Bonfim, próximo de Vila do Conde e Póvoa do Varzim.