Parlamento chumba Eutanásia

Parlamento chumba Eutanásia

Os quatro projetos a favor da Eutanásia foram chumbados no passado dia 29 de Maio, no Parlamento.

Em antecipação a este debate, tive a honra de participar num artigo da revista Visão, em conjunto com os demais Deputados que partilham a condição de serem médicos, nomeadamente a Srª Depª Isaura Pedro, o Sr Depº José António Silva e a Sraª Depª Isabel Galriça Neto.

Todos partilhamos a mesma opinião: não estamos de acordo com os quatro projetos (PAN, BE, PS e PEV) para descriminalizar a morte assistida – quer a eutanásia, quer o suicídio assistido, bem como as iniciativas envolvidas.

Como tive o prazer de dizer durante a entrevista, “na versão inicial, o Juramento de Hipócrates tinha uma frase que dizia que o médico não provocaria a morte do seu doente, mesmo que instado a tal e que essas palavras não tinham nada de religioso ou ideológico. Era uma razão muito pragmática porque o sofrimento era tal que, à época, a tentação seria matar aquela pessoa para lhe aliviar o sofrimento. Os médicos devem querer é que as pessoas possam viver com dignidade até ao final da sua vida”.

Posto isto, continuo a lamentar que se fale tanto da dignidade da morte e que se esqueça aquilo que designa por medidas para a dignidade da vida, com o acento tónico nos cuidados domiciliários, na definição de um estatuto do cuidado informal, nos apoios sociais públicos e ainda dos cuidados paliativos.

Faço votos para que este debate não termine aqui e que o Estado (finalmente) assuma o alívio do sofrimento e a promoção do bem estar e da saúde como prioridades absolutas da sua ação.

Leia o artigo completo aqui

“Os Portugueses não querem a Eutanásia”

“Os Portugueses não querem a Eutanásia”

No dia 24 de Maio decorreu uma manifestação sobre a Eutanásia, no Largo de São Bento, em frente à Assembleia da República, organizada pelo grupo “STOP Eutanásia”.

Uma manifestação aberta a todos, cujo objectivo foi sensibilizar os deputados acerca da questão da Eutanásia.

Foi uma óptima oportunidade para ouvir, mas também, fazer-se ouvir e não deixar que sejam os outros a decidir por si.

E não se esqueça: o direito à vida é um direito universal!

Eutanásia. O que está em jogo?

Eutanásia. O que está em jogo?

RTP2 | Esta semana, tive a honra de participar numa agradável conversa no programa “Eclesia”, da RTP2, ao lado do Padre Fernando Sampaio, Coordenador Nacional das Capelanias Hospilarares, no âmbito da Semana da Vida, onde abordámos o tema da Eutanásia.

Foi um debate profundo, que para além de tocar na questão da vida, tocou também, na matriz social em que vivemos e como nos definimos enquanto sociedade.

Todo o debate em curso ocorre pelo facto de haver tanto sofrimento humano e termos um sistema de saúde e uma sociedade que tem sido incapaz de responder a esta premente crise social. A morte a pedido não é a solução e partilhei neste programa alguns dos argumentos que me levarão a votar contra a legalização da Eutanásia no próximo dia 29 de Maio na Assembleia da República.

Apelo à vossa reflexão neste momento em que o Partido Socialista, Bloco de Esquerda, PAN e PEV incompreensivelmente querem acelerar a discussão sem permitir qualquer processo de reflexão na comunidade ou na própria esfera parlamentar.

Colóquio Eutanásia e Cultura do Cuidado

Colóquio Eutanásia e Cultura do Cuidado

No dia 23 de Abril, tive oportunidade de participar no Colóquio Eutanásia e Cultura do Cuidado, onde decorreram interessantes debates sobre Eutanásia com personalidades de relevo na Universidade Católica Portuguesa de Lisboa.

Durante o Colóquio, além da Eutanásia discutiu-se ainda o tema da medicina na resposta à dor.

Saber mais

Cannabis e Eutanásia no Congresso do PSD

Cannabis e Eutanásia no Congresso do PSD

Rádio Renascença | Estive nos estúdios da Rádio Renascença para explicar a proposta para a Legalização Segura e Responsável da Cannabis, que será apresentada e discutida no Congresso do PSD, marcado para os dias 16 a 18 de Fevereiro.

Esta proposta defende a legalização total da Cannabis, para fins medicinais e recreativos, com o objetivo final de regulamentar a produção, distribuição e dissuadir o consumo, olhando para os efeitos judiciais, económicos e na saúde da cannabis.

Durante esta entrevista, pude, ainda, manifestar minha firme oposição à legalização da eutanásia, um tema que espero ver também discutido no Congresso do PSD. O Estado o dever de cuidar daqueles que são mais vulneráveis e mais desprotegidos e a legalização da Eutanásia abre caminho para que este dever deixe de ser cumprido, por isso, considero que um deputado responsável só pode votar contra esta medida.

Ver entrevista completa

A Eutanásia no Linha Aberta

A Eutanásia no Linha Aberta

SIC | No dia 11 de de Dezembro participei no programa Linha Aberta, que é transmitido diariamente na SIC,  apresentado por Hernâni Carvalho, para debater o tema da Eutanásia.

Participei neste debate enquanto membro do Movimento Cívico Stop Eutanásia.

Ver vídeo completo

Fórum TSF – Debate sobre a Eutanásia

Fórum TSF – Debate sobre a Eutanásia

Decorreu no dia 5 de Dezembro, o Fórum TSF – Rádio Notícias onde estive presente em representação do Partido Social Democrata no debate sobre Eutanásia.

Ficou clara a posição de liberdade de voto dado aos Deputados do PSD assim como a posição da direção do partido favorável ao debate em sede parlamentar e com a sociedade civil, evitando assim a polarização em contexto de referendo.

Defendi igualmente, a título pessoal, a minha posição contra a descriminalização em linha com os argumentos que apresentei na última edição da Universidade de Verão da JSD – Juventude Social Democrata/PSD.

Saber mais

Universidade de Verão

Universidade de Verão

Neste mês de Setembro, terminou mais uma edição da Universidade de Verão, uma iniciativa da Juventude Social Democrata (JSD) e do Partido Social Democrata (PSD), na qual tive a honra de poder participar desta vez enquanto orador juntamente com a minha colega Paula Teixeira da Cruz para debater um dos temas mais fraturantes da atualidade: a Eutanásia.

Perante um audiência de quase cem pessoas, composta maioritariamente pelos membros mais jovens do partido, debatemos um tema sobre o qual temos opiniões distintas: eu assumo-me contra esta prática, por considerar que é uma forma de evitar investir na melhoria dos cuidados paliativos prestados em pessoas em fase terminal de vida; e a Paula Teixeira da Cruz assume-se a favor, considerando que para ser legislada a medida precisa ainda de ser alvo de uma maior reflexão e debate em sociedade.

A audiência revelou-se bastante participativa e no final do debate colocou várias questões que revelaram que também os que assistiram à discussão têm posições contraditórias em relação a este tema.

Veja aqui as várias notícias publicadas sobre a discussão:

Diário de Notícias

Correio da Manhã

Observador

Público