O país perdeu, recentemente, um homem de exceção

O país perdeu, recentemente, um homem de exceção

Muitos destacam o músico. Eu retenho o médico e mestre que no Hospital Egas Moniz me ensinou tudo quanto sei sobre mecanismos de resistência dos anti-retrovíricos e que me introduziu naquilo que hoje chamamos de medicina de precisão no campo do VIH/SIDA.

Acima de tudo, Ricardo Camacho, sempre nos transmitiu que podemos ser melhores do que somos em cada momento e que nunca nos devemos conformar perante injustiças.

Obrigado Dr. Ricardo.