“Consenso Estratégico para a Gestão Integrada dos Cancro da Pele não Melanoma em Portugal”

“Consenso Estratégico para a Gestão Integrada do Cancro da Pele não Melanoma em Portugal”

No passado fim-de-semana, tive a honra de participar no debate onde foi lançada a publicação “Consenso Estratégico para a Gestão Integrada dos Cancros da Pele não Melanoma em Portugal”, na Feira do Livro de Lisboa.

Na qualidade de coordenador científico de saúde pública do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica tive o privilégio de moderar o debate sobre o tema, com o Professor Henrique Lopes (coordenador do estudo), o Dr. Nuno Miranda (Coordenador do Programa Nacional de Doenças Oncológicas da DGS), o Dr. João Maia da Silva (Associação Portuguesa de Cancros Cutâneos) e o Dr. Paulo Lamarão (Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia).

Qual o futuro da saúde?

Qual o futuro da saúde?

Tive o prazer de aceitar o desafio de participar, via vídeo-conferência, no seminário “Educação pelos Pares”, organizado pela ESTeSC-Coimbra Health School, onde um dos temas abordados foi o futuro da saúde.

O projeto “Educação pelos Pares” surgiu em 2009 a partir da necessidade de apoiar os estudantes e facilitar a integração no ensino superior, valorizando a participação activa dos mesmos. Tem como objectivo a promoção do bem-estar e da saúde (física e mental) dos estudantes e a diminuição dos comportamentos de risco.